Teatro de Bonecos do Nordeste torna-se patrimônio cultural

size_810_16_9_teatro-boneco
Visualizado 1.385 vezes

O Teatro de Bonecos Popular do Nordeste carrega elementos fundamentais para a afirmação da identidade e da memória

O Ministério da Cultura publicou no dia 13/04, no Diário Oficial da União, o comunicado de reconhecimento do Teatro de Bonecos Popular do Nordeste como patrimônio cultural do Brasil.

De acordo com o texto, a decisão foi tomada, por unanimidade, pelo Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). O pedido de inclusão foi feito pela Associação Brasileira de Teatro de Bonecos.

Com a aprovação do registro, o Teatro de Bonecos Popular do Nordeste passa a ter proteção institucional, ou seja, uma garantia de salvaguarda do bem cultural.

Apesar de ser amplamente conhecido como mamulengo, o teatro de bonecos possui diversas denominações regionais: Cassimiro Coco, no Maranhão e Ceará; João Redondo e Calunga, no Rio Grande do Norte; Babau, na Paraíba, e Mamulengo, em Pernambuco.

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Seja o primeiro a comentar Assunto: "Teatro de Bonecos do Nordeste torna-se patrimônio cultural"

Deixe um comentário

Translate »