• qua. abr 17th, 2024

Elefantas resgatadas juntas de circo se reencontram e se reconhecem depois de mais de 20 anos separadas

Compartilhe Boas Notícias

Sabe quando lembramos de algo que aconteceu há tempos e nos dizem que temos “memória de elefante“? A expressão não é à toa! Estudos mostram que esses animais têm uma grande habilidade de memorização espacial, desenvolvida para sua sobrevivência.

Os elefantes têm a capacidade de se lembrar por décadas de características – tais como cheiros, sons e vibrações – que os ajudem a voltar para lugares em que podem viver em segurança, como locais com oferta de alimento e água em épocas de seca, por exemplo.

Para além da memória espacial, no entanto, o que surpreendeu a todos foi a capacidade de duas fêmeas da espécie de se lembrarem uma da outra ao se reencontrarem num santuário mais de 20 anos depois de terem sido separadas.

As elefantas, batizadas de Jenny e Shirley, viveram maus bocados juntas nos anos 1900, quando foram capturadas, ainda bebês, por um famoso circo norte-americano, o Fleurus Circus, e adestradas para fazer apresentações ao público.

Foram mais de 20 anos vivendo naquelas condições, até que o circo comprou um barco para viajar com os animais e fazer shows em locais mais distantes. A embarcação acabou pegando fogo na sua primeira viagem por falta de manutenção e os bichos a bordo foram resgatados por bombeiros e enviados para zoológicos da região.

Jenny e Shirley acabaram sendo mandadas para diferentes instalações, mas o destino quis que se reencontrassem mais de 20 anos depois. Com o fechamento de zoológicos nos Estados Unidos, por condições inapropriadas, Jenny acabou indo para o Santuário de Elefantes do Tennesse. Três anos depois, pelo mesmo motivo, Shirley chegou ao local…. e elas se reconheceram.

O momento foi registrado pelos veterinários que acompanharam o encontro – com grande surpresa. Segundo eles, Jenny foi escolhida para ajudar na adaptação de Shirley no santuário por ser uma das elefantas mais antigas do local, mas não havia nenhuma expectativa de que elas se reconhecessem. A natureza, mais uma vez, surpreendendo (e nos emocionando)!

Assista ao vídeo do reencontro abaixo!

Fonte

Leia mais notícias sobre Meio Ambiente clicando aqui

Loading