Escócia terá a primeira fazenda flutuante de vento do mundo

Visualizado 1.276 vezes
Escócia terá a primeira fazenda flutuante de vento do mundo
Avalie este conteúdo

Hywind Scotland terá capacidade para fornecer eletricidade para 20 mil residências

A energia eólica representou 9,3% de toda a eletricidade no Reino Unido em 2014. A previsão é de que esse número cresça ainda mais se um projeto-piloto no Mar do Norte for bem-sucedido. O parque-piloto Hywind, que fica ao largo da costa nordeste da Escócia, é considerado o primeiro parque eólico flutuante do mundo. Espera-se que a planta comece a funcionar em 2017, o que representaria uma geração de energia suficiente para abastecer 20.000 casas no país.

Apesar das turbinas eólicas serem excelentes fontes de energia renovável, o problema é que muitas pessoas são contrárias à ideia de ter uma dessas turbinas no quintal de suas casas. Outras questionam o ruído que as hélices produzem.

O parque-piloto Hywind, criado pela empresa petrolífera norueguesa Statoil em colaboração com o governo escocês, buscou uma solução para esses questionamentos. A planta vai operar a 15 milhas da costa. Ao todo, terá quatro quilômetros quadrados. No local, a profundidade do mar fica entre 95 e 120 metros. Cada turbina terá uma capacidade de seis megawatts. A região é beneficiada por ventos fortes e constantes.

Ao invés de serem ancoradas ao fundo do mar em torres, as turbinas serão ancoradas por cabos de catenária acoplados a uma bóia cilíndrica flutuante. O sucesso do parque-piloto pode abrir a possibilidade de criação de muitas outras fazendas flutuantes em águas profundas nos mares do planeta.

A história completa pode ser lida no site do Springwise.

 

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Seja o primeiro a comentar Assunto: "Escócia terá a primeira fazenda flutuante de vento do mundo"

Deixe um comentário

Translate »