Projeto prevê proibição de canudos plásticos em SP e multas de até R$ 8 mil

Projeto prevê proibição de canudos plásticos em SP e multas de até R$ 8 mil
4.6 (91.43%) 21 votes

No meio do ano passado o Rio de Janeiro instaurou uma lei que proíbe o uso de canudos plásticos em estabelecimentos como bares e restaurantes, com a aplicação de multas e ampliação da pena diante de eventuais reincidências.

Outras cidades como Fortaleza, Salvador Camboriú e Rio Grande também já declararam guerra ao vilão ambiental que é lixo plástico, em especial os descartáveis e de uso único, como o canudo – e uma importante adesão a esta luta está prestes a acontecer: uma nova lei deverá proibir o canudo plástico também em São Paulo.

A lei está em redação final e seguirá para aprovação na Câmara Municipal de São Paulo, onde não deverá encontrar dificuldades para ser aprovada. Em seguida a sanção do PL, de autoria do vereador Reginaldo Tripoli, do PV, estará nas mãos do prefeito Bruno Covas, que já declarou ser a favor da iniciativa. No estado, cidades como Santos, Ilhabela e Cotia já proibiram o uso. Segundo a ONU, mais de 50 países já possuem propostas de iniciativas similares sobre o canudo.

Trata-se, portanto, de um importante movimento global, que precisa diminuir a dependência de derivados de petróleo e de lixo plástico – poluidor de longa duração e de efeito imensamente nocivo ao meio-ambiente. O PL de São Paulo prevê multa de 8 mil reais para os estabelecimentos que descumprirem a determinação, e nas cidades em que a lei já funciona, os locais passaram a oferecer canudos de papel, assim como se aumentou entre as pessoas o uso de canudos duráveis, de metal ou vidro.

Fonte: Hypeness

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »