Voluntários produzem e distribuem próteses de mãos feitas em impressora 3D

Compartilhe Boas Notícias

Grupo reúne pessoas que precisam e distribui próteses de graça, feitas em parcerias com professores e estudantes, em Curitiba; ‘É sinônimo de amor’, diz fundadora do projeto.

Um grupo de voluntários de Curitiba desenvolve e distribui gratuitamente próteses de mãos para pessoas que precisam. As próteses são produzidas em impressoras 3D.

A ação faz parte do trabalho da Associação Dar a Mão, que surgiu a partir da história da Geane Poteriko, que tem uma filha que nasceu sem uma das mãos, devido a uma síndrome rara.

A mãe conta que, ao vivenciar a necessidade da filha, decidiu criar um grupo para poder ajudar outras pessoas que passam pela mesma situação.

“É sinônimo de amor, de solidariedade e é uma maneira de a gente mostrar que nós também podemos fazer algo pelo outro. É uma emoção muito grande saber que, a partir da história da minha filha, uma coisa muito boa nasceu”, conta Geane.

No final do mês de outubro, pessoas de diferentes estados do Brasil se encontraram em Curitiba para receber próteses de graça, em uma das ações do grupo.

A prótese é feita sob medida, em parceria com estudantes e professores da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). O modelo desenvolvido leva em conta a dimensão de toda a extensão do braço de quem vai usar. A parte da mão abre e fecha, de acordo com os movimentos do cotovelo.

Segundo a associação, em três anos de ações, já foram entregues centenas de próteses gratuitamente.

Joedina Pacheco, mãe de uma menina de seis anos que recebeu uma prótese do grupo, agradeceu a ajuda e a oportunidade de ver a filha, pela primeira vez, poder segurar um copo com a mãe esquerda.

Fonte: G1

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »