Noruega proíbe construção de parque eólico para proteger renas selvagens que vivem no local

Noruega proíbe construção de parque eólico para proteger renas selvagens que vivem no local
5 (100%) 1 vote

Exemplo de equilíbrio deveria ser seguido em todo o planeta.

Recentemente, as cerca de 35 mil renas selvagens que vivem nas montanhas do sul da Noruega correram o risco de perder seu habitat natural para uma usina de geração de energia eólica. Por sorte, o país decidiu priorizar o que realmente é importante e proibiu a construção do parque eólico – que teria capacidade de 120 megawatts (MW) – a fim de preservar o lar das renas.

Localizado dentro de uma reserva natural, o habitat desses rebanhos sofre pressão de todos os lados! O local já foi especulado para construção de cabines de férias, estradas, reservatórios e ferrovias, além de estar sob constante ameaça dos impactos das mudanças climáticas. O congelamento e descongelamento de pastagens no inverno está cada vez mais frequente, ameaçando a população local de renas selvagens, sobretudo no norte do Ártico, segundo a Reuters.

Atualmente, cerca de 99% das necessidades energéticas das residências da Noruega são supridas por eletricidade gerada em barragens hidrelétricas. O país é, inclusive, um exportador desse tipo de energia para outras nações próximas. Agora, no entanto, a Noruega quer investir em um modelo de geração de energia ainda mais sustentável e, em 2017, licenciou a construção de dois parques eólicos com capacidade combinada de 141 MW de energia. Só não vale desalojar a fauna local…

Fonte: Greenestpost

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »